Mundo

Vencedora do Prêmio Pulitzer denuncia guerra em Gaza e demite-se do New York Times em protesto

Poetisa Anne Boyer critica cobertura do NYT sobre ofensiva de Israel e se posiciona contra a violência

Em meio ao conflito entre Israel e Palestina na Faixa de Gaza, a poetisa e ensaísta Anne Boyer, vencedora do Prêmio Pulitzer, decidiu denunciar a guerra e se demitir do cargo de editora de poesia da revista The New York Times. Em um manifesto publicado em seu blog, intitulado “Guerra Israel x Palestina: Vencedora do Prêmio Pulitzer denuncia guerra em Gaza e se demite do New York Times em protesto”, Boyer expressou sua indignação com a política editorial do jornal e sua cumplicidade com as “mentiras belicistas” de Israel.

Boyer, que é judia, criticou as “paisagens infernais higienizadas” presentes nos textos do NYT, além de questionar o apoio editorial do jornal às ações de Israel. Ela afirmou que a guerra promovida pelo Estado israelense, com o apoio dos Estados Unidos, não traz segurança para ninguém e acaba prejudicando tanto Israel quanto os Estados Unidos, a Europa e os povos judeus que são injustamente caluniados.

A poetisa ressaltou que a guerra em Gaza não se resume a uma série de ataques com mísseis e invasões terrestres, mas sim a uma luta contínua contra o povo palestino, que enfrenta décadas de ocupação, deslocamentos forçados, privações, vigilância, cerco, prisões e tortura. Diante desse contexto, Boyer decidiu utilizar sua posição como artista para se posicionar contra o sofrimento irracional e rejeitar os eufemismos macabros presentes na cobertura da guerra.

Anne Boyer encerrou sua carta de demissão afirmando que, ao se demitir do New York Times, deixa um vazio do tamanho da poesia nas notícias. Ela destacou que a verdadeira forma de presente é a poesia e conclamou por um jornalismo comprometido com a realidade e a verdade.

Essa atitude corajosa da poetisa Anne Boyer traz à tona a importância de questionar a cobertura midiática e buscar uma mídia comprometida com a verdade e a imparcialidade. A guerra em Gaza continua a gerar repercussões e debates acalorados em todo o mundo, e vozes como a de Boyer se levantam para denunciar a violência e promover a paz.

Leia a matéria completa no OPERA MUNDI

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo