Paraíba

Polícia Federal apreende computador de paraibano que trabalha para Bolsonaro

A Polícia Federal realizou uma operação nesta segunda-feira na casa da família do ex-presidente Jair Bolsonaro, em Angra dos Reis (RJ), onde apreendeu o celular do vereador Carlos Bolsonaro e três computadores. Um dos computadores pertence ao paraibano Tércio Arnaud, apontado como integrante do chamado “gabinete do ódio” do governo Bolsonaro.

Operação da Polícia Federal


A operação da Polícia Federal teve como objetivo investigar a montagem de uma Abin (Agência Brasileira de Inteligência) paralela no governo Bolsonaro, que teria sido utilizada para investigar autoridades e desafetos do ex-presidente. A busca e apreensão na casa da família Bolsonaro em Angra dos Reis resultou na apreensão do celular de Carlos Bolsonaro e três computadores, um dos quais pertencia a Tércio Arnaud, um paraibano que trabalha para Bolsonaro.

O papel de Tércio Arnaud


Tércio Arnaud é apontado como integrante do chamado “gabinete do ódio”, um grupo que supostamente atua disseminando informações falsas e propagando ataques contra adversários políticos nas redes sociais. Sua presença na equipe de Bolsonaro levanta questionamentos sobre as práticas do governo e a possível utilização de recursos públicos para ações ilícitas.

Implicações políticas


A apreensão do celular de Carlos Bolsonaro, conhecido por seu envolvimento nas redes sociais e na comunicação do governo, e do computador de Tércio Arnaud, membro do “gabinete do ódio”, pode trazer consequências significativas para o governo Bolsonaro. Essa operação reforça as suspeitas de que o governo utilizou recursos públicos e estruturas paralelas para disseminar desinformação e atacar seus opositores.

Além disso, a investigação da Polícia Federal pode revelar informações importantes sobre a atuação do chamado “gabinete do ódio” e seus membros, trazendo à tona possíveis crimes cometidos no âmbito da administração pública. Isso poderia levar a processos judiciais e impactar diretamente a imagem do governo Bolsonaro.

Com Polêmica Paraíba

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo