Mundo

Maioria dos estadunidenses querem fim do envio de armas a Israel, diz pesquisa

Proporção é ainda maior entre os eleitores de Joe Biden, que pode ser derrotado pela cumplicidade com o genocídio

De acordo com uma pesquisa realizada pela YouGov, comissionada pelo Centro de Pesquisa Econômica e Política (CEPR), a maioria da opinião pública nos Estados Unidos defende o fim do envio de armas para Israel. O levantamento revelou que 52% dos entrevistados concordam que o governo dos EUA deveria interromper os envios de armas para Israel até que o país cesse seus ataques em Gaza.

Essa postura reflete uma divisão partidária significativa, com 62% dos eleitores que votaram no presidente Biden em 2020 apoiando a interrupção dos envios de armas, enquanto apenas 14% discordam. Por outro lado, entre os eleitores de Trump, apenas 30% apoiam a interrupção dos envios de armas, enquanto a maioria (55%) se opõe.

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 de fevereiro e 1º de março de 2024, com uma amostra representativa de 1.000 adultos e possui uma margem de erro de +/- 3,5%. Esse estudo vai além de outras pesquisas recentes que demonstram o apoio à cessação de hostilidades em Gaza, ao focar especificamente na interrupção dos envios de armas dos EUA para Israel.

Mark Weisbrot, economista e co-diretor do Centro de Pesquisa Econômica e Política, ressaltou que o apoio a essa medida tem ganhado força, especialmente devido ao aumento no número de mortes em Gaza, onde mais de 30.000 pessoas, principalmente mulheres e crianças, perderam a vida.

A declaração recente de Josep Borrell, principal autoridade da União Europeia em política externa, também ecoa o sentimento expresso na pesquisa. Borrell sugeriu que os Estados Unidos têm o poder de interromper as mortes civis na Palestina, indicando que a redução do fornecimento de armas poderia ser uma medida eficaz nesse sentido.

Esse debate reflete uma preocupação crescente não apenas com a situação em Gaza, mas também com o papel dos EUA no conflito israelo-palestino e suas implicações geopolíticas. A pesquisa e as declarações recentes destacam a importância e a complexidade das relações internacionais e do debate político sobre questões sensíveis como essa.

O senador Bernie Sanders também destacou a pesquisa e defendeu o fim do envio de armas.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo