Variedades

Filho 04 de Jair Bolsonaro é denunciado por lavagem de dinheiro e fraude bancária

Jair Renan, conhecido como o filho “04” do ex-presidente Jair Bolsonaro, foi acusado pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) de cometer os delitos de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e uso de documento falso. Ele está sob investigação por supostamente ter utilizado uma declaração de rendimentos falsificada de sua empresa, a fim de conseguir um empréstimo bancário que não foi honrado.

A Polícia Civil identificou que Jair Renan teria apresentado uma declaração de faturamento inverídica, no valor de R$ 4,6 milhões, pela empresa Bolsonaro Jr. Eventos e Mídia, para obter o financiamento.

O inquérito policial destacou que não restam dúvidas quanto à falsidade das declarações de faturamento fornecidas ao banco, apontando irregularidades tanto no conteúdo quanto na intenção, pois o representante legal da empresa inseriu dados falsos nos documentos.

Conforme as investigações, Jair Renan e seu sócio, Maciel Alves, contraíram pelo menos três empréstimos junto ao Banco Santander. Além disso, Jair Renan teria se beneficiado dos valores adquiridos ilicitamente, utilizando-os para pagamento de despesas de cartão de crédito da empresa.

Em seu depoimento, Jair Renan negou o reconhecimento de sua assinatura nas declarações e refutou a solicitação dos empréstimos. No entanto, perícias, testemunhos e até imagens de seu acesso ao aplicativo bancário contradizem sua versão dos fatos.

Ele já havia sido indiciado pela Polícia Civil do Distrito Federal em fevereiro, juntamente com Maciel, e foi alvo de operação de busca e apreensão em agosto do ano anterior, sob suspeita dos mesmos crimes.

Com DCM

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo