Política

Carlos Jordy, do PL, é alvo da PF na 24ª fase da Operação Lesa Pátria

Agentes da PF foram até a Câmara dos Deputados para cumprir os mandados. Além disso, há buscas em locais no interior do estado do Rio de Janeiro relacionados ao parlamentar

Na manhã desta quinta-feira, a Polícia Federal (PF) deflagrou a 24ª fase da Operação Lesa Pátria, tendo como um dos alvos o deputado federal Carlos Jordy, do Partido Liberal (PL). A ação tem como objetivo identificar e responsabilizar pessoas que planejaram, financiaram e incitaram atos golpistas ocorridos em 8 de janeiro de 2023.

Agentes da PF foram até a Câmara dos Deputados para cumprir mandados expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) contra Carlos Jordy. Além disso, estão sendo realizadas buscas em locais no interior do estado do Rio de Janeiro relacionados ao parlamentar. A operação busca coletar evidências que possam fortalecer a investigação sobre o envolvimento do deputado nos referidos atos antidemocráticos.

A defesa de Carlos Jordy ainda não se pronunciou sobre o assunto. Os fatos investigados pela PF constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, associação criminosa e incitação ao crime.

Operação Lesa Pátria: o contexto e os objetivos da investigação


A Operação Lesa Pátria é uma ação realizada pela Polícia Federal para investigar e responsabilizar indivíduos envolvidos em atos golpistas que visam prejudicar a estabilidade e a democracia do país. Essa operação específica, a 24ª fase da Lesa Pátria, concentra-se em identificar os responsáveis pelos atos ocorridos em 8 de janeiro de 2023 e levar essas pessoas à justiça.

O objetivo principal da operação é coletar provas e evidências que possam fortalecer o caso contra os envolvidos, incluindo o deputado Carlos Jordy. A PF busca identificar os planejadores, financiadores e incitadores desses atos antidemocráticos, que representam uma ameaça ao Estado Democrático de Direito.

O papel da Polícia Federal na investigação


A Polícia Federal é a responsável por conduzir a investigação da Operação Lesa Pátria, seguindo os mandados expedidos pelo Supremo Tribunal Federal. Os agentes da PF têm o dever de cumprir esses mandados, realizando buscas e apreensões nos locais relacionados aos investigados.

A PF é uma instituição de segurança pública do Brasil, ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sua principal função é combater crimes federais, como corrupção, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas, entre outros. No caso da Operação Lesa Pátria, a PF atua no combate a atos que ameaçam a democracia e a estabilidade do país.

O posicionamento do deputado Carlos Jordy


Até o momento, a defesa do deputado Carlos Jordy ainda não se pronunciou sobre as acusações e a sua inclusão como alvo da 24ª fase da Operação Lesa Pátria. É importante ressaltar que todas as pessoas investigadas têm o direito à ampla defesa e ao contraditório, garantidos pela Constituição brasileira.

Cabe à justiça analisar as provas apresentadas pela Polícia Federal e as argumentações da defesa para tomar uma decisão imparcial e fundamentada. O processo legal garante a todos os envolvidos o direito a um julgamento justo e transparente.

Crimes investigados e possíveis consequências


Os crimes investigados pela PF no âmbito da Operação Lesa Pátria são graves e podem acarretar em severas consequências legais. Entre os crimes em tese, estão a abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, associação criminosa e incitação ao crime.

Caso as investigações comprovem a participação do deputado Carlos Jordy ou de outras pessoas nos atos antidemocráticos, essas pessoas poderão ser responsabilizadas criminalmente. As penas para os crimes investigados podem variar de acordo com o enquadramento legal e a gravidade das condutas, podendo incluir detenção, multa e até mesmo prisão.

Com Brasil 247

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo