Mundo

Agência da ONU denuncia que mais de 70% da população de Gaza foi desalojada e crianças estão morrendo de fome

A Agência das Nações Unidas de Assistência e Obras para os Refugiados da Palestina (UNRWA, na sigla em inglês) revelou que o número de residentes da Faixa de Gaza deslocados à força das suas casas ultrapassou 1,5 milhão, informa a agência síria SANA.

A diretora de Relações Exteriores da agência, Tamara Al-Rifai, afirmou que “mais de 70 por cento da população de Gaza foi deslocada desde 7 de outubro, e a maioria deles vive em condições horríveis em abrigos da ONU”.

Ela explicou que “quase metade dos deslocados (717 mil) residem em 149 instalações afiliadas à agência em todas as áreas de Gaza, incluindo o norte, enquanto mais de 557 mil residem em 92 instalações em Khan Yunis e Rafah.

A responsável da ONU disse que o que suscita preocupações humanitárias e ambientais é a decomposição de corpos enterrados sob edifícios desabados no meio de esforços de resgate limitados, além da situação terrível das crianças e do medo pelas suas vidas e segurança.

Segundo dados do Ministério da Saúde da Faixa de Gaza, o número de crianças mortas ultrapassou as 4.000 desde 7 de outubro.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo